CIC

Centro Industrial do Ceará

CIC recebe ex-ministro Ayres Britto em palestra sobre “Combate à corrupção, Segurança Jurídica e Estabilidade Econômica e negocial”

O Centro Industrial do Ceará – CIC e o escritório VPAR Advogados trouxeram ao Ceará o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, professor doutor Carlos Ayres de Britto, para um encontro com os associados e convidados das duas entidades. A palestra ocorreu no Auditório Luis Estevez, na FIEC, no dia 17 de outubro com um público de mais de 100 pessoas.

Participaram da mesa da solenidade o presidente do CIC, Aluísio Ramalho Filho, o professor e sócio-sênior da VPAR Advogados, Valmir Pontes Filho, o Diretor da FIEC, Ricardo Cavalcante, a Controladora Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário do Ceará e representante do Governo do Estado, Socorro França, o Presidente do Tribunal de Contas do Estado do Ceará, Edilberto Carlos Pontes Lima, o Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, Fernando Luis Ximenes, e o Ex-ministro do Tribunal de Contas da União, Ubiratan Aguiar.

“O CIC tem como pilares da atual gestão, a transparência e a ética nas relações institucionais exigindo do empresário e industrial, em todos os níveis, uma postura de estrita correção no trato com o público e com o privado”, comentou Aluísio Ramalho Filho. O presidente do CIC ressaltou a importância de discutir o poder judiciário e seus desafios éticos, transcendendo a imagem de órgão caro e moroso para a da instituição está passando o país a limpo em operações como a Lava Jato.

A representante do Governo do Estado, Socorro França, desejou que, a partir do evento, o público pudesse não só conhecer e interagir com o que foi colocado mas também saísse dali com a convicção de que todos os brasileiros têm responsabilidade e essa responsabilidade precisa ser compartilhada. O sócio-sênior da VPAR Advogados e correalizador do evento, Valmir Pontes, afirmou:“para que nós possamos de modo eficaz combater males como o da corrupção e buscar a estabilidade econômica e negocial indispensáveis para que o país consiga se recuperar, considero imprenscindível que todos tenhamos esteio na segurança jurídica”.

Ayres Britto abordou o tema “Combate à corrupção, Segurança Jurídica e Estabilidade Econômica e Negocial” comentando o desencanto do eleitorado com seus representantes oficiais demonstrado nas últimas eleições no Brasil, a crise social e econômica. Ele ressaltou ainda que o Brasil tem leis de primeiro mundo, com uma constituição que completou apenas 28 anos e já foi emendada 92 vezes.  “Como nós não nos dispomos a encarar para resolver os fatos desviantes de nossas condutas, nós corremos para mudar as normas. Fingindo esquecer que as novas normas precisam de tempo e não raro são impugnadas no Judiciário e o resultado é que os fatos permanecem incólumes, inatacados”, comentou o ex-ministro. 14717102_1141251532577438_8878440331907507907_n

Empresas Associadas